22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,32 Dólar R$ 3,80

Publicidade

Cultura

"Músicos de Erechim": projeto preservou a memória musical do município

Gleison Wojciekowski se despede da coluna com planos para continuar valorizando a cultura local

Ano passado, Gleison Wojciekowski publicou dois livros sobre a música de Erechim
Por Amanda Mendes
Foto Amanda Mendes

Há dois anos o Jornal Bom Dia confiou no projeto do mestre em música Gleison Wojciekowski, para valorizar a cultura local com a coluna "Músicos de Erechim". 
A iniciativa buscou popularizar pesquisas com colunas semanais sobre os músicos da grande Erechim, território emancipado em 1918, que atualmente contempla diversos municípios, entre eles Aratiba, Getúlio Vargas e Três Arroios. 
Gleison se despediu dos leitores na edição do fim de semana, mas com planos que vislumbram continuar preservando a memória musical da região. 
Em entrevista ao Bom Dia, o músico comenta que o interesse pela temática surgiu em 2002, no período que ministrava aulas de História da Música na Escola Municipal de Belas Artes Osvaldo Engel. A inspiração surgiu na própria sala de aula que era repleta de estudantes decendentes de músicos que marcaram a história local, mas os conteúdos restringiam à música clássica ocidental. 
Gleison então iniciou pesquisas sobre músicos de Erechim contemplando o período que abrange desde o ano de 1918, resgatando materiais com os próprios estudantes e pesquisando em matérias de jornais. A coluna foi pensada para intensificar as comemorações do centenário do município, celebrado neste ano, visando resgatar e valorizar a história musical, por meio da popularização de sua pesquisa. "Acredito que o jornal proporcionou que a população tivesse acesso ao material. Além disso, o jornal impresso de certa forma permite documentar esses textos, que poderiam ser perdidos ao longo dos anos no meio digital", argumenta.  
Neste ano, os artigos da coluna foram compilados para a publicação de um livro. "Muitas pessoas colecionavam os textos e me solicitavam o lançamento de um livro. Acredito que elas tenham sido conquistadas por um artigo e ficaram curiosas para ler os outros, por isso é importante o livro, para que as pessoas tenham acesso ao material completo", pontua o músico. 
Gleison pesquisou 100 músicos para retratar um panorama da arte no primeiro centenário de Erechim. Para o mestre, a escolha dos músicos foi bem variada para apresentar um quadro diversificado, mas uma das questões que perpassa e aproxima todos eles é o âmbito social e econômico. "A maioria não pôde viver exclusivamente da música. Mesmo aqueles que se tornaram vitoriosos, tiveram que enfrentar um meio cultural com baixa valorização", destaca.  
Com isso, Gleison enfatiza a importância que esse trabalho teve para valorizar o primeiro século da música, bem como, para retratar características da história social de Erechim. 
Os próximos projetos de Gleison se afasta um pouco da escrita e divulgação de imagens, mas segue valorizando a cultura local, dessa vez com a gravação de um disco. "Ao longo das pesquisas também consegui juntar materiais de gravações e partituras e pretendo lançar um disco. O projeto foi aprovado pela Lei Rouanet e vai destacar a presença do chorinho na música gaúcha", conclui. 
O disco contará com trabalhos clássicos, com músicos da região e também composições autorais de Gleison. 

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas