22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,36 Dólar R$ 3,89
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,36 Dólar R$ 3,89

Publicidade

Economia

Semana de trocas de presentes

Jornal Bom Dia entrevista diretor do Procon e busca esclarecer como consumidor deve proceder

Passado o Natal, abre-se a ‘temporada’ de troca de presentes
Por Salus Loch
Foto Salus Loch

Aquele vestido, comprado com amor e carinho pela sogra, apresentou um defeitinho imperceptível, infelizmente.

O aparelho eletrônico – presente de filho para pai, comprado via internet – deu ‘tilt’ na hora de ligar.

A bermuda do vovô, veja só, ficou dois números menor.

Enfim, passado o Natal, começa a corrida pela troca dos presentes no comércio – em Erechim e ao redor do globo.

Na Capital da Amizade, buscando facilitar a vida dos ‘trocadores’, o Bom Dia entrevistou o diretor do Procon, Edson Machado da Silva, a fim de esclarecer algumas regras básicas na hora de efetivar a permuta. E, atenção, diferente do senso comum, o Código de Defesa Consumidor não prevê a troca de produtos só porque a ‘cor não caiu bem’, ou algo que o valha.

Veja o que Machado diz:

 

Sem obrigação de troca

“Caso não haja defeito, as compras nas lojas físicas não podem ser trocadas, pois as lojas não tem obrigação de troca – a não ser por cordialidade ou se tiver se comprometido no momento da compra”.

 

Defeito ou vício oculto

“Se o produto apresentar defeito ou vício oculto ele está na garantia do fabricante e deve ser encaminhado para a assistência técnica sem obrigação de troca imediata. Há, ainda, lojas onde é preciso apresentar o cupom fiscal. Outras exigem que a etiqueta do produto seja mantida”.

 

Prazos

“O prazo para reclamar junto ao fornecedor é de 90 dias para produtos duráveis e 30 dias para não duráveis. Já nas compras realizadas pela internet, telefone ou catálogo, que seja fora da loja física, o consumidor pode desistir em até 7 dias do recebimento da mercadoria. Já se for uma contratação de serviços, da data da contratação. Produtos importados de lojas ou sites fora do Brasil, em estabelecimentos legalizados, seguem as mesmas regras dos nacionais. O importante é o consumidor ao receber a mercadoria conferir na hora para observar se está em perfeitas condições. Pesquisar preços também é essencial”.

 

Horários do Procon

Para esclarecimentos adicionais, Machado informa que o Procon pode e deve ser procurado. O atendimento nos dias 27 e 28 de dezembro (quinta e sexta) e dias 2 e 3 de janeiro (quarta e quinta) se dará das 8h30min às 14h30min, sem fechar ao meio dia. A partir do dia 4 de Janeiro o atendimento será das 8h30min às 17h. O Procon está localizado na Rua Carlos Miranda, 120. Fones (54) 3519 2627, 3519 2840 e 3519 2807.

Publicidade

Blog dos Colunistas