18°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Saúde

varizes.jpg

Varizes: especialista alerta sobre sintomas e opções de tratamento

Por Assessoria de imprensa
Foto Divulgação

O incômodo causado pelas varizes vai além da percepção estética. A dor ou inchaço ocasionados por sua formação interfere na qualidade de vida e, muitas vezes, no desenvolvimento de tarefas cotidianas. Seu surgimento pode ser influenciado por diversos fatores, conforme explica o cirurgião vascular e endovascular, Dr. Eduardo Lima Tigre. “Varizes é o termo utilizado para definir as veias que, por diferentes processos, tornam-se dilatadas, alongadas e tortuosas, apresentando perda de sua função e tornando-se doentes. Hereditariedade, gestação, hormônios, obesidade, entre outros, são fatores que contribuem para o seu aparecimento”, esclarece o cirurgião. 

As varizes podem estar localizadas em camadas subcutâneas, logo abaixo da pele, ou em regiões mais profundas, em áreas próximas aos músculos. Em épocas de calor os sintomas são intensificados. “Os principais sinais e sintomas associados às varizes são: dor e sensação de peso nas pernas, câimbras, inchaço nas pernas, escurecimento da pele e, em casos mais avançados, o aparecimento de úlceras. Os sintomas são mais acentuados no verão devido ao calor, que leva a uma dilatação das veias em geral e também das varizes”, enfatiza o especialista, que também esclarece a importância dos hábitos saudáveis. “Caso tenha varizes, é importante manter uma dieta saudável, praticar exercício físicos, não fumar e evitar longos períodos em pé ou sentada”, orienta o especialista.

Varizes: como posso tratá-las?

Conforme o médico, existem várias opções para o tratamento das varizes e de seus diferentes graus. O cirurgião esclarece que a indicação do tratamento adequado é sempre realizada por um profissional capacitado. “Todas estas técnicas são aplicáveis para o tratamento das varizes, cada uma com sua indicação e também com seus riscos e suas complicações. Cabe ao cirurgião vascular indicar qual a melhor para cada caso auxiliando o paciente em sua decisão. Para esclarecer todas as dúvidas sobre as formas de tratamento é fundamental conversar com um profissional especializado”, enfatiza Dr. Eduardo.

Conheça os tratamentos que podem ser aplicados: 

- Tratamento medicamentoso: uso de medicações, do tipo flebotônicas, por via oral para alívio dos sintomas de dor, “inchaço" e peso nas pernas.

- Tratamento compressivo: uso de meias elásticas com grau de compressão variável. Elas levam a melhora do funcionamento da chamada bomba da panturrilha, diminuindo o refluxo venoso e melhorando o funcionamento da veias varicosas. Além disso, melhoram o edema (inchaço das pernas), a dor e o desconforto nas pernas e também impedem a progressão das alterações já existentes.

- Escleroterapia: injeção de agentes esclerosantes no interior das veias doentes, promovendo o seu desaparecimento. Indicado para o tratamento dos pequenos vasinhos chamados telangectasias e vênulas. Pode ser realizado em consultório e não necessita de nenhum tipo de anestesia.

- Escleroterapia com espuma: injeção de agente esclerosante em forma de microespuma no interior do vaso. É indicado para veias de pequeno, médio e grosso calibre. Nas veias de grosso calibre, como as safenas e nas veias perfurantes o procedimento deve ser realizado guiado por ultrassom. Pode ser realizado no consultório e o uso de meia elástica é obrigatório após o procedimento.

- Tratamento cirúrgico: remoção das veias varicosas e também das veias safenas doentes em forma de cirurgia em ambiente hospitalar. São realizadas pequenas incisões para a retirada das varizes e das safenas. Como é um procedimento cirúrgico, é necessário a realização de uma anestesia na coluna, a raquianestesia.

- Ablação por endolaser: cauterização das veias safenas e também das veias perfurantes através de uma fibra de laser colocada no interior da veias por uma punção. É realizado no centro cirúrgico com anestesia e não necessita cortes. A recuperação do paciente é precoce e a utilização de meia elástica no pós operatório imediato é necessário.

- Ablação por radiofrequência: cauterização das veias safenas através de um cateter colocado no interior da veia safena através de uma punção. É realizado no centro cirúrgico com anestesia. O uso de meia elástica no pós operatório é obrigatório.