0°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

Documentário celebrará os 100 anos do Ypiranga de Erechim

teste
Projeto Sonho e Glória: Os 100 Anos do Ypiranga, começou a ser idealizado em 2022
Por Ascom
Foto Divulgação

Dono de um dos maiores estádios do interior do país - o Colosso da Lagoa - onde o primeiro gol foi marcado por ninguém menos que Pelé (gol de número 1040); identificado pelo verde-amarelo, escolha inspirada na bandeira do Brasil; carinhosamente apelidado de “Canarinho”; e disputando duas competições nacionais de futebol. Esse é o Ypiranga Futebol Clube, de Erechim. O clube neste ano chega a um marco histórico, pois completa seu centenário, em agosto. Esse momento especial será celebrado com uma homenagem à altura: um documentário que promete emocionar e inspirar. O filme já está em produção e deve estrear no cinema em dezembro de 2024, brindando a rica história construída ao longo de 100 anos.

A obra é intitulada Sonho e Glória: Os 100 Anos do Ypiranga. O projeto é ousado, pois busca centralizar em 70 minutos uma jornada que transcende as linhas do campo, homenageando não apenas o time de futebol do interior gaúcho, que nos últimos anos vem se consolidando cada vez mais no cenário esportivo brasileiro; mas também as diversas pessoas que fizeram e fazem essa história acontecer.

O idealizador da obra, diretor e roteirista é Patrick Menegazzo, que tem carreira no meio artístico e que nos últimos tempos vem mergulhando no mundo esportivo. Nascido na mesma cidade que o Canarinho, ele se desafiou a essa tarefa de retratar a história do clube centenário a partir de um insight que surgiu na família. "Essa foi uma ideia que surgiu em meados de 2022, quando meu irmão, Giovanni, que já era um entusiasta do esporte, me lembrou do centenário do Ypiranga em 2024. A princípio visualizei uma oportunidade de contar uma história, de relembrar essa trajetória. Apresentei o projeto à direção do clube, que prontamente se interessou, dando motivação para que eu pudesse seguir adiante”, relembrou o diretor, que iniciou então uma maratona de preparação e burocracias para viabilizar o documentário através da Lei Rouanet.

 

Time em campo antes do apito inicial

Com a aprovação inicial do projeto junto ao Ministério da Cultura e a autorização para captação dos recursos, a equipe de gravações precisou entrar em campo – literalmente, inclusive - antes mesmo de a homologação final ser publicada. O objetivo era registrar os primeiros momentos do ano futebolístico de 2024 e, assim, garantir materiais para a obra. Paralelamente às filmagens, uma pesquisa histórica já foi sendo conduzida no intuito de resgatar fatos importantes e revelar personagens icônicos da trajetória do Canarinho. Foi esse trabalho que direcionou pré-entrevistas já realizadas dentro do cronograma de produção.

 

A grandeza do Ypiranga além do campo

Ao mergulhar na história do Ypiranga, assumindo as diferentes funções que o documentário demanda, Patrick também foi adentrando nesse universo que tanto mexe com torcedores apaixonados. “No decorrer dos trabalhos comecei entender que a grandiosidade do Ypiranga não se restringe apenas ao campo, mas se expande pelos bastidores, revelando uma dimensão pouco conhecida dos torcedores comuns”, cita o diretor, ao relembrar cenas que lhe tocaram profundamente durante as gravações, envolvendo desde os preparativos para os jogos, até momentos que evidenciavam a fé dos jogadores antes e após cada partida.

 

Fase de roteiro

Agora, iniciando a fase de roteiro do documentário, o diretor acredita que esse mergulho nos bastidores do Ypiranga não só enriquecerá a produção do projeto, mas também vem sendo responsável por transformar sua percepção diante do clube, que atualmente disputa duas competições nacionais: a série C do Campeonato Brasileiro, e a Copa do Brasil. "Adquiri um conhecimento profundo sobre a história do Ypiranga e vejo como os personagens se entrelaçam para formar uma narrativa coesa e emocionante. É com base nisso que o trabalho se guiará, não se limitando a resgatar a história do clube, mas também destacando sua importância para a comunidade de Erechim”, relata ele.

 

Mais que um clube de futebol

Com os trabalhos para o documentário em andamento, a direção já tem uma certeza: a de que o Ypiranga, desde que nasceu, é muito mais do que um clube de futebol. “Ele contribuiu para moldar a sociedade local e tem nas suas raízes torcedores que fazem a história acontecer. Nesse filme, queremos mostrar como o clube se tornou um ser vivo ao longo de um século. É um documentário que se configura, também, como uma homenagem profunda e emocionante, celebrando o clube e também toda a comunidade que cresceu em torno dele ao longo desses 100 anos", explica Patrick.

 

Distribuição do filme

A previsão é de que o documentário seja lançado no cinema em Erechim, cidade onde o clube nasceu, com quatro sessões gratuitas no Movie Arte, com a versão do filme também com acessibilidade de conteúdo para pessoas com deficiência visual e auditiva. Há a possibilidade de exibição em canais de TV e meios de comunicação. E com a conclusão do projeto, haverá distribuição do filme em escolas de Erechim e região, bem como disponibilização no Youtube. A produção envolve diretamente cerca de 20 profissionais, além de inúmeros colaboradores indiretos.

O Projeto Sonho e Glória: Os 100 Anos do Ypiranga, tem como proponente Indômita Produções Artísticas e foi aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet. Conta com o patrocínio das empresas Belasul, Brastelha, Cavaletti, Comil, Triel HT e Wtec. Realização: Ministério da Cultura – Governo Federal – União e Reconstrução.

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas