0°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Saúde

ACHA inova com teleconsultas oftalmológicas

Sistema implementado em Aratiba foi desenvolvido pelo próprio hospital

teste
Foto 1 Treinamento aplicado com os técnicos de enfermagem e enfermeiros.jpeg
O paciente será posicionado para a avaliação e um técnico manuseará o aparelho.jpeg
Foto 3 Oftalmologista presente na chamada de vídeo em tempo real.jpeg
foto 4.jpeg
Por Vivian Mattos
Foto Vivian Mattos

 

A Associação Comunitária Hospitalar de Aratiba (ACHA) está dando um passo inovador na área da saúde com a implementação da telemedicina nas consultas da oftalmologia. Na última quinta-feira,4, o oftalmologista, Dr. André Angnoletto, aplicou um treinamento com a equipe técnica de enfermagem e enfermeiros para a realização da teleconsulta. 

Avanço

O oftalmologista destaca que essa modalidade de atendimento era apresentada em congressos, mas que não havia uma segurança nos sistemas oferecidos. O método aplicado foi desenvolvido pelo próprio hospital para que pudesse ser viabilizado e adaptado no Sistema Único de Saúde (SUS).

A tecnologia

A teleconsulta utilizará um microscópio oftalmológico convencional equipado com um sistema de câmeras que transmite a imagem para o computador. Durante a consulta, o paciente será posicionado para a avaliação e um técnico manuseará o aparelho, que exibirá a imagem dos olhos no computador. 

O oftalmologista estará presente em uma chamada de vídeo, orientando em tempo real o posicionamento do equipamento, verificando as imagens e questionando o paciente sobre seus sintomas.

Avanço

Segundo André, o serviço será um avanço e um auxílio importante, principalmente, no pronto atendimento de pacientes com acidentes e traumas oftalmológicos que procuram o hospital fora dos horários convencionais de funcionamento. “Temos muitos médicos oftalmologistas, mas alguns deles podem estar em outras cidades e com isso, conseguimos fazer uma consulta e exames online de uma forma mais rápida com o uso do microscópio”, disse. 

Além disso, essa modalidade de atendimento permite que durante a consulta, o médico oftalmologista possa pedir a opinião de um colega da área em casos diferentes ou complexos. “Entre o paciente ser liberado do consultório, ir para sua casa pode ser um deslocamento sofrido para o paciente e o familiar. Dessa forma evitamos um retorno e um encaminhamento que pode ser feito a distância, diminuindo o tempo de espera”, destaca. 

Atendimento

A paciente Lúcia Berta Tyburski, de 81 anos, vinda da Getúlio Vargas, passou por uma cirurgia de catarata. Esteve no hospital para uma consulta de pós-operatório, foi a primeira a ser atendida pelo novo sistema e comenta que ainda não havia passado por essa experiência. “Não conhecia, mas o médico que me atendeu foi o mesmo que me operou. Eu gostei do atendimento, todos que trabalham com eles são atenciosos”, disse Lúcia. 

Qualidade e agilidade no atendimento

O oftalmologista explica que a qualidade no atendimento permanece e tecnologia chega para auxiliar nos exames rápidos ou que precisem de uma avaliação de emergência. 

“Todos feitos em uma consulta normal conseguem ser realizados nesse atendimento online, cerca de um ou dois exames específicos da retina precisariam da dilatação do olho, mas a ideia é conseguir fazer esses exames rápidos e que podem fazer a diferença ao paciente”, explica. 

Além disso, André destaca que em diversas situações os pacientes buscavam atendimento no hospital, eram encaminhados e não conseguiam fazer a sua consulta no mesmo dia em uma clínica especializada. “O atendimento é mais rápido, preciso e conseguimos prontamente dar uma resolução ao paciente”, disse o médico. 

 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas