25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Saúde

Municípios organizam salas de vacina para aplicação de doses em crianças

teste
Essa etapa da campanha exige o cumprimento de várias recomendações
Por Izabel Seehaber
Foto Divulgação

Em diversos municípios da região inicia amanhã (19) a vacinação das crianças de cinco a 11 anos de idade, com comorbidades ou deficiências permanentes, contra a covid-19. As doses chegaram no início da noite de segunda-feira e já começaram a ser distribuídas.

A representante regional do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do RS (Cosems) e secretária de Saúde de Jacutinga, Valdirene Foletto, ressalta que essa etapa da campanha exige o cumprimento de várias recomendações, porém, é essencial reforçar a importância de imunizar um público cada vez maior, envolvendo mais faixas etárias. “É notório o quanto a dose recebida pelos adultos e adolescentes, impactou na saúde de todos. O principal exemplo é que, mesmo com o aumento no número de casos ativos, os sintomas estão bem mais leves e, por consequência, diminuiu a necessidade de internações hospitalares”, salienta.

Valdirene alerta, ainda, que essa grande disseminação do vírus com a nova variante Ômicron, ocorre basicamente nos núcleos familiares e, por diversas vezes, envolve as crianças que ainda não foram vacinadas. “Estamos no momento certo de imunizá-las e, num futuro próximo, começarmos as aulas com mais tranquilidade”, declara.

Preparativos

No que diz respeito à organização das equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), haverá uma mudança de logística nas salas de vacina, tendo em vista que essa etapa que contempla as crianças, exige um olhar especial, antes, durante e após a vacinação. “Elas irão aguardar 20 minutos na própria unidade, conforme recomendação da Anvisa e do fabricante da vacina”, acrescenta.

De acordo com a representante regional do Cosems, provavelmente haverá dias específicos para vacinação em praticamente todas as UBS’s da região, a exemplo de Erechim que, nesta quarta-feira fará exclusivamente a vacinação contra a covid para crianças. “Precisamos do envolvimento de todos os integrantes das equipes, desde o médico que esclarece as dúvidas dos pais, da equipe de vacinação, de Enfermagem, da recepção da UBS e dos agentes de saúde que levam as informações aos pais e trazendo as dúvidas que surgem quanto à imunização. Tentamos orientar a todos, esclarecer os principais pontos, porém, só saberemos a adesão das famílias no momento que iniciar a aplicação das doses”, relata.

Por fim, Valdirene reforça que, a equipe da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde realiza a distribuição das doses e assim que os municípios estiverem organizados, iniciam a etapa de imunização das crianças com comorbidades para, posteriormente, prosseguir com as faixas etárias. As novas estratégias serão divulgadas conforme novas remessas de imunizantes sejam recebidas.

Saiba mais!

A vacina para crianças é segura?

A vacina da Pfizer foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa);

A vacina da Pfizer por enquanto é a única aprovada para ser utilizada em crianças e adolescentes no país. Outras vacinas estão sendo testadas pelos laboratórios;

A vacina Comirnaty da (Pfizer/Wyeth) tem eficácia de 90% do imunizante quando aplicado neste grupo.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas