25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Região

Ainda dá para concorrer

Prefeito de Jacutinga convida a população para o sorteio do Programa Quero-Quero Nota Fiscal, no próximo dia 29, na Praça Central. Ainda dá tempo de trocar as notas fiscais na prefeitura por cupons e concorrer a 57 prêmios

teste
Divulgação/PM Jacutinga
Por Da Redação [email protected]
Foto Divulgação/PM Jacutinga

O programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG) contempla novos ganhadores em Jacutinga. Valduino Rauch e Jacson De Almeida foram os contribuintes contemplados no sorteio mensal do NFG realizado pela Secretaria Estadual da Fazenda, na sexta-feira (10).

Além de prêmios em dinheiro, o cidadão também colabora com entidades sociais que ele escolher, que receberão recursos do Estado a partir da pontuação gerada pelas compras do consumidor. Participaram do ato de entrega dos prêmios o prefeito, Beto Bordin, e o procurador do município, Allan Malvesti.

O prefeito, Beto Bordin, parabenizou os contemplados, e destacou a importância da Nota Fiscal Gaúcha para Jacutinga, e os benefícios que o programa traz a toda comunidade. O prefeito convidou também para o evento da Prefeitura de Jacutinga, que acontecerá no próximo dia 29, na Praça Central, o sorteio do Programa Quero-Quero Nota Fiscal, e que ainda dá tempo de trocar as notas fiscais na prefeitura por cupons e concorrer neste ano a 57 prêmios.

A Nota Fiscal Gaúcha é um programa que, por meio da distribuição de prêmios, visa incentivar os cidadãos a solicitar a inclusão do CPF na emissão do documento fiscal no ato de suas compras, bem como conscientizá-los sobre a importância social do tributo.

Com o programa, os cidadãos concorrem a prêmios de até R$ 1 milhão pelo Estado, as entidades sociais por eles indicadas são beneficiadas por repasses e as empresas participantes reforçam sua responsabilidade social com o Estado e a sociedade. Os prêmios servem como estímulo para que o consumidor adquira o hábito de solicitar a nota fiscal, exercendo assim a cidadania, e principalmente, podendo fiscalizar os recursos que são arrecadados em forma de tributo e sua destinação.

Publicidade

Blog dos Colunistas