14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Mundo

Maradona está 'confuso' e vai permanecer no hospital, diz médico

O distúrbio pode ter sido causado por abstência a drogas e bebida

teste
O distúrbio pode ter sido causado por abstência a drogas e bebida
Por Agência Brasil
Foto Pilar Olivares/ Reuters

O argentino lenda do futebol mundial Diego Maradona terá de ficar hospitalizado por mais tempo após sofrer de "confusão" causada por uma "abstinência" sem explicação que seguiu sua cirurgia cerebral nesta semana, disse seu médico na quinta-feira (5).

"Todos conhecemos Diego", disse o médico Leopoldo Luque a jornalistas do lado de fora da clínica onde há três dias Maradona passou por uma operação para remover um hematoma subdural, um coágulo de sangue no cérebro.

"Na fase pós-operatória houve episódios de confusão que associamos com a abstinência".

Luque não informou do que seria a abstinência, mas disse que Maradona, ex-craque do Barcelona, Napoli e Boca Juniors, havia no passado combatido o vício de bebida e drogas.

"A ideia é tratá-lo para a abstinência", disse Luque. "Acreditamos que isso é o que precisa ser feito, acreditamos que é o melhor para Diego".

Os comentários do médico vieram horas depois de ele dizer a jornalistas que Maradona, técnico de 60 anos do Gimnasia y Esgrima, teria dito aos médicos que se sentia bem e que poderia receber alta.

Maradona, que venceu a Copa do Mundo com a Argentina em 1986 e é considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos, já passou vários períodos hospitalizado ao longo dos anos, muitas vezes por causa de seu estilo de vida extravagante.

 

Leia também

  • O beijo do Papa

    Quando vi a foto do Papa Francisco beijando a tatuagem no braço de Lidia Maksymowicz, me arrepiei e um filme passou por minha cabeça, reforçando - ao menos internamente - que, ao optar por estudar o Holocausto, a partir de pesquisas, entrevistas e repetidas viagens para diversos países do globo, encontrei algo que me motiva a seguir

  • Não é preciso rei ou rainha, basta gestão comprometida com a ciência

    Lockdown, vacinação em massa e auxílio financeiro estão na chave do recente sucesso do Reino Unido no combate à covid-19 - que viu o número diário de mortos desabar de 1,3 mil para 36 em dois meses. A gaúcha Ananda Kuhn, que mora em Bristol, Inglaterra, conta como está a vida por lá

  • Nos 30 anos do Mercosul, Bolsonaro defende a modernização do bloco

    O bloco é formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai

Publicidade

Blog dos Colunistas