14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Mundo

Facebook firma parcerias para portabilidade de dados

Os novos parceiros são a Dropbox e a Koofr

teste
Os novos parceiros são a Dropbox e a Koofr
Por Agência Brasil
Foto Reuters

O Facebook disse nesta quinta-feira (3) que seus usuários podem transferir fotos e vídeos armazenados em seus servidores para duas novas plataformas de tecnologia - sua medida mais recente para lidar com questões antitruste, dando aos usuários a opção de facilmente deixar os serviços da empresa.

Os novos parceiros da empresa de mídia social são as empresas de armazenamento em nuvem Dropbox e Koofr - uma startup da União Europeia. O Facebook anunciou uma parceria semelhante com o Google Photos, de propriedade da Alphabet, em abril.

O recurso que permite essas transferências é chamado de portabilidade de dados. Ele dá aos usuários mais controle sobre seus dados e permite que a empresa de mídia social responda aos reguladores e parlamentares dos Estados Unidos (EUA), que estão investigando suas práticas competitivas e alegações de que a empresa tem prejudicado a concorrência.

A decisão do Facebook ocorre antes de uma audiência organizada pela Federal Trade Commission (FTC) em 22 de setembro para examinar os benefícios e desafios potenciais da portabilidade de dados. O controle de dados que prejudica a concorrência se tornou um tópico crítico no debate antitruste nos Estados Unidos e na Europa.

No início deste mês, o Facebook enviou declarações à FTC nos quais pressionou por uma legislação de portabilidade de dados.

Empresas menores de tecnologia estarão mais dispostas a fazer parceria com o Facebook assim que as regulamentações sobre portabilidade de dados se tornarem mais claras, disse Bijan Madhani, gerente de Privacidade e Políticas Públicas do Facebook, à Reuters.

Leia também

  • O beijo do Papa

    Quando vi a foto do Papa Francisco beijando a tatuagem no braço de Lidia Maksymowicz, me arrepiei e um filme passou por minha cabeça, reforçando - ao menos internamente - que, ao optar por estudar o Holocausto, a partir de pesquisas, entrevistas e repetidas viagens para diversos países do globo, encontrei algo que me motiva a seguir

  • Não é preciso rei ou rainha, basta gestão comprometida com a ciência

    Lockdown, vacinação em massa e auxílio financeiro estão na chave do recente sucesso do Reino Unido no combate à covid-19 - que viu o número diário de mortos desabar de 1,3 mil para 36 em dois meses. A gaúcha Ananda Kuhn, que mora em Bristol, Inglaterra, conta como está a vida por lá

  • Nos 30 anos do Mercosul, Bolsonaro defende a modernização do bloco

    O bloco é formado por Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai

Publicidade

Blog dos Colunistas