6°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 5,98 Dólar R$ 5,38
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 5,98 Dólar R$ 5,38

Publicidade

Saúde

Secretaria da Saúde e Instituto de Cardiologia oficializam contrato do Hospital Regional de Santa Maria

jpg
Por Ascom Sesc/ RS
Foto Ascom SES

A Secretaria da Saúde (SES) oficializou, nesta quinta-feira (28/5), o contrato de prestação de serviços hospitalares do Hospital Regional de Santa Maria com a empresa gestora da instituição, o Instituto de Cardiologia – Fundação Universitária de Cardiologia (IC-FUC). O documento assinado pela secretária da Saúde, Arita Bergmann, e pelo presidente da FUC, Marne de Freitas Gomes, foi um aditivo ao contrato que já estava vigente, mas contava apenas com a prestação de serviços ambulatoriais.

Por ano, o novo contrato com o Hospital Regional prevê um repasse de R$ 9 milhões, parte financiada pelo Ministério da Saúde (R$ 2,7 milhão) e outra parte pelo Tesouro do Estado (R$ 6,3 milhões), o que representa um aumento de R$ 1,8 milhão em relação ao contrato anterior.

“É muito emocionante ver o hospital pronto”, disse a secretária Arita. “Conseguimos abri-lo graças aos esforços de muitos colaboradores e da parceria com o Instituto de Cardiologia. Principalmente no contexto que estamos vivendo, essa é, com certeza, uma nova façanha.”

Histórico

O plano da construção do Hospital Regional de Santa Maria iniciou-se em 2003, e em 2018 ele foi aberto parcialmente, oferecendo os serviços de ambulatório de doenças crônicas. Em 2019, começou o atendimento no ambulatório de cardiologia.

A inauguração de 130 leitos de tratamento voltados para as especialidades de cardiologia, neurologia e clínica-geral estava inicialmente planejada para julho deste ano. Em função da pandemia do coronavírus, no entanto, o governo do Estado se apressou para viabilizar a abertura dos serviços hospitalares, a fim de ampliar a capacidade de atendimento aos infectados por Covid-19 na região Central.

Atualmente, estão em funcionamento dez leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI) e 40 leitos clínicos exclusivos para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas