15°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Economia

Erechim deve reabrir o comércio a partir de hoje

Decisão, que tem respaldo do governo do RS, será comunicada pelo prefeito Schmidt em coletiva de imprensa às 8h45min

teste
Há dias já se notava movimento intenso nas ruas de Erechim.
Por Salus Loch
Foto Rodrigo Finardi

Salus Loch

Com base em novo decreto do governo do Estado informado ontem (15), o município de Erechim autorizará nesta quinta-feira (16) a reabertura do comércio, obedecidas restrições sanitárias como o uso de equipamentos de proteção (máscara, por exemplo), higiene e distanciamento físico. A informação foi antecipada ao jornal Bom Dia pelo prefeito Luiz Francisco Schmidt, que deverá fazer o anúncio em coletiva de imprensa ao lado de lideranças de entidades locais, às 8h45min, na Câmara de Vereadores.

Conforme o governador Eduardo Leite, no entanto, fica prorrogado o decreto atual até o dia 30 de abril para as metropolitanas de POA e Serra. A distinção se dá levando em conta o número de casos estabelecidos no RS, considerando, ainda, dados de uma pesquisa inédita realizada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Saiba mais

O governador alega que é preciso fazer uma transição segura entre a restrição ‘rigorosa’ para uma ‘mais flexível’. “Estamos numa maratona (na luta contra o vírus). Nessa etapa da corrida, damos início a um modelo de distanciamento controlado”, afirmou Leite.

Antes de anunciar o conteúdo do novo decreto, o chefe do executivo gaúcho apresentou dados que indicam que o Rio Grande do Sul, em razão de ações de distanciamento social tomadas pelo Estado, conseguiu ‘achatar a curva’ do coronavírus. “O Estado, na comparação com outros do país, apresenta algumas das menores taxas de infecção e óbitos. Nossa estratégia é feita pensando em poupar vidas. Não podemos admitir perder qualquer vida”, destacou.

Com a decisão de Leite, nas regiões metropolitanas de Porto Alegre e Caxias do Sul, estão autorizados apenas o funcionamento de serviços essenciais, como mercados e farmácias. “A Região Metropolitana responde por mais de 50% do número de casos. Associado à Serra gaúcha, talvez, são 70% dos casos no Rio Grande do Sul. E pela alta relação de interdependência econômica dos municípios destas regiões, mantemos as políticas de distanciamento sem a possibilidade de flexibilização. Entendemos que essa é a forma adequada”, resumiu o governador.

Números da pesquisa:

• Para cada 1 milhão de habitantes no RS, estima-se que existam 500 infectados reais, 65 notificados e 1,2 óbito.

• Para cada caso notificado nas nove cidades da pesquisa, existem cerca de quatro casos não notificados.

• No dia 1° de abril, o RS tinha 384 casos confirmados. O resultado da pesquisa demonstra que o contágio é 15 vezes o número de casos confirmados ou 11 vezes o número de casos coletados.

Legenda: Há dias já se notava movimento intenso nas ruas de Erechim.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas