0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Economia

Finanças empresarias: fluxo de caixa na prática

Simone Angela Prigol Santolin
Por Simone Angela Prigol Santolin - Consultora Financeira
Foto Divulgação

Todo o Negócio para ter sucesso e sobrevivência é fundamental que o Caixa apresente liquidez, para cumprir com seus compromissos e haver continuidade das operações.

Cada vez mais, as empresas têm a necessidade de aperfeiçoar-se e melhorar a eficiência na gestão financeira, para fazer frente a grande concorrência de mercado. O amadorismo, improviso, indecisão no gerenciamento financeiro em qualquer tipo de Negócio traz muitos prejuízos e pode ser fatal para empresa.

Uma boa gestão dos recursos financeiros, reduz a necessidade de capital de giro, melhorando os lucros através da redução da despesa financeira.

 Fluxo de caixa é uma das principais, e a mais importante das ferramentas na gestão financeira, mas que precisa ser analisada com outros relatórios. Esta ferramenta deve ser realizada com planejamento, previsão e controle de todas as operações de recebimentos e pagamentos de dinheiro fornecendo ao empreendedor uma visão do presente e futuro.

O Fluxo de Caixa, oferece informações muito importantes: como o saldo de caixa, bancos pagamentos e recebimentos que devem ser realizados em cada dia. Estas informações já mostram que se a empresa estiver com saldo de caixa muito alto ou muito baixo precisa melhorar a gestão do Negócio.

Esta ferramenta possibilita ver se é possível dar prazos maiores de pagamentos a clientes, possiblidade ver quais melhores datas de pagamentos e vencimentos para compras, verificar se precisa de empréstimo para financiar a operação.

O Fluxo de caixa, pode ser analisando e acompanhado de 3 maneiras:

  1.  Acompanhamento Diário: Diariamente o caixa pode ser analisado, verificando saldo do dia e períodos futuros, acompanhando as projeções de recebimento e pagamento se estão acontecendo ou se precisam ser ajustadas.
  2. Previsões:  fazendo previsões mensais de entradas e saída de dinheiro para o caixa para o período 1 ano pelo menos, o empreendedor consegue programar as necessidades de captação de recursos e também prever sobras de recursos, que se bem gerenciados poderão melhorar o lucro da empresa. Para constituir estas previsões pode se levar em consideração o histórico do ano anterior e também o planejamento estratégico da empresa para os próximos anos.
  3. Acompanhamento Previsto x Realizado: Mensalmente é importante ver o desempenho do Fluxo de Caixa Realizado comparando com o Previsto, a comparação irá demostrar as variações das entradas e saídas, é importante uma análise nas contas que tiveram uma diferença significativa, e tomar as ações necessárias para controle do caixa.

O saldo do caixa é muito confundido com o lucro da empresa, se a empresa está com saldo positivo não necessariamente esta empresa estar com lucro ou se está com saldo negativo estar com prejuízo.

O principal motivo que um negócio não sobrevive, é por falta de Caixa, por isso a importância que qualquer empresa, profissional liberal, autônomo tenha uma ferramenta de fluxo de caixa para apoiar na gestão.

 

Email: simone@prediletta.com.br   

Publicidade

Blog dos Colunistas