13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,23 Dólar R$ 3,77

Publicidade

Segurança

Pelotão Rodoviário: Estratégias e tecnologias no combate aos acidentes de trânsito na região

Pela ERS 135 passam diariamente 10.500 veículos.JPG
Entre janeiro e junho deste ano, patrulheiros fiscalizaram 2.676 veículos e abordaram 4.324 pessoas.
Por Alan Dias
Foto Alan Dias

Guarnecer 612 quilômetros de rodovias com efetivo reduzido e diminuir o número de acidentes, combater o crime e inibir o descaminho. Essa é a missão do Pelotão Rodoviário de Erechim, com sede na ERS 135, que integra o Comando Rodoviário da Brigada Militar.

As rodovias sob responsabilidade do Pelotão Rodoviário (PR) abrangem 30 municípios, muitas não são asfaltadas, possuem em suas margens estradas vicinais que facilitam rotas de fuga, a sinalização é precária e a ERS 135 há anos sofre com a sobrecarga de veículos no trecho entre Erechim e Passo Fundo. Além disso, os patrulheiros precisam lidar com um bom número de condutores imprudentes e com a falta de efetivo no pelotão, realidade que afeta os órgãos de segurança em todo o país.

Mesmo diante de todas essas dificuldades, o PR tem obtido bons resultados no trabalho de fiscalização, investindo principalmente em estratégias e tecnologias que possam auxiliar os policiais no trabalho, na segurança de patrulheiros e usuários das rodovias e na efetividade dos esforços empreendidos.

Conforme dados apresentados pelo comandante do PR, sargento Sandro Lazzarin, no primeiro semestre deste ano, entre 1 de janeiro e 30 de junho, foi registrado nas rodovias estaduais da região 42 acidentes com danos materiais, 21 com lesões corporais e quatro acidentes com mortes. “Também fiscalizamos 2.676 veículos, 800 foram atuados por excesso de velocidade e 948 por infrações diversas. Realizamos 274 testes com o etilômetro, com 14 autuações por ingestão de álcool e abordamos 4.324 pessoas”, relata o comandante.

Em um comparativo com o mesmo período do ano passado, houve um pequeno aumento no número de acidentes. Em 2018 foram 39 acidentes com danos materiais, 20 com lesões corporais e três com mortes. Mais de 3.870 veículos foram abordados e o pelotão aplicou 330 testes de etilômetro, com 20 autuações. Foram feitas ainda 830 autuações por infrações diversas e mais 1.280 por excesso de velocidade. Quase 6.620 pessoas foram abordadas.

 

Números positivos

Os números são positivos e os trabalhos para redução na quantidade de acidentes serão intensificados nos próximos meses. Segundo o sargento Lazzarin, “os dados estão praticamente na mesma média e são considerados bons números, diante da redução de efetivo e acréscimo significativo no número de veículos que circulam por nossas rodovias. Mas queremos, e vamos reduzir ainda mais o número de acidentes”

 

Estratégias e reforços

O comandante explica que para manter os bons números diante das dificuldades enfrentadas atualmente, “trabalhamos muito em cima de estratégias e com o uso de aparelhos e equipamentos eletrônicos, como o radar e o etilômetro. As estratégias envolvem foco na conscientização, palestras em empresas e escolas, o Natal Luz. Nossos policiais estão constantemente fazendo cursos de aperfeiçoamento e periodicamente, realizamos levantamentos estatísticos, buscando os pontos onde o número de acidentes é maior e trabalhamos nestas áreas”.

Outro ponto que leva o comandante a manter o otimismo de que uma redução ainda maior no número de acidentes será alcançada, é a possibilidade de o PR receber reforços nos próximos meses, com a formatura dos alunos soldados, que acontece no próximo dia 31 de julho.

E o investimento em tecnologias também não deve parar. Em breve o pelotão estará adquirindo um drone que será usado na fiscalização das estradas, possibilitando uma cobertura de área maior, de forma mais rápida e alcançando locais de difícil acesso com visibilidade e segurança.

 

ERS 135: Uma rodovia sobrecarregada

A ERS 135 é hoje uma rodovia sobrecarregada, que carece de constantes serviços de manutenção e não esconde a necessidade de ser duplicada. Para se ter uma ideia, em 2005, o número de veículos que cruzava o trecho de Erechim era de 4 mil/dia, em 2013, a quantidade já havia dobrado. Eram 8 mil veículos por dia. E atualmente, a média é de 10.500 veículos ao dia, tendo ocorrido um grande acréscimo no número de caminhões.

Publicidade

Blog dos Colunistas