0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Esportes

Erechinense conquista o mundo com o karatê

Competição foi realizada na Itália
Por Kaliandra Alves Dias
Foto Divulgação

O sonho de subir no lugar mais alto do pódio surgiu ainda na infância, e aos poucos a atleta Cristiane Babinski foi realizando seus objetivos. Aos 25 anos, a erechinense se orgulha da carreira que construiu em uma modalidade rotulada por ser masculina. As conquistas – mais de 200 – motivam a jovem a investir cada vez mais no esporte. E no último fim de semana, foi a vez de celebrar mais uma vitória, desta vez na Itália.

A Copa Columbus reuniu atletas da América do Sul e também da Europa. Babinski foi a única mulher a representar o País na competição. “É um desafio. Temos que quebrar os tabus que existiam no passado, em relação a mulher não praticar esportes considerados masculinos. Como mulher no Karatê, é muito difícil. Temos que romper muitas barreiras e aguentar muitas situações. Esse é o nosso objetivo, mostrar que somos capazes”, destaca Cristiane.

De acordo com Cristiane, o preconceito ainda existe, principalmente pelo fato de a mulher ainda ser rotulada como frágil em relação ao homem. “Estamos mudando essa situação aos poucos. A presença da mulher cresceu nos últimos anos. Na competição tinha uma atleta do Paraguai e do Chile que também foram para a competição”.

Na final da competição houve um duelo contra a japonesa. “Elas são muito boas e treinam muito. Ela treina seis vezes por semana e três horas por dia. Fiquei muito feliz em lutar e fazer ponto contra ela. Sempre fico muito tensa e durante a luta fico com a imagem do meu adversário na mente. Faço tudo o que puder para vencer, é muita adrenalina”.

O sorriso de Cristiane demonstra luta, determinação e acima de tudo, amor. E é através do Karatê que a erechinense vai conquistando o mundo, e mostrando a força que as mulheres têm.

Publicidade

Blog dos Colunistas