13°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,19 Dólar R$ 3,74
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,19 Dólar R$ 3,74

Publicidade

Saúde

Santa Terezinha: não tem como avançar sem rever o contrato

A instituição realiza procedimentos acima do teto pactuado
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

A situação financeira da Fundação Hospitalar Santa Terezinha rendeu essa semana, com o repasse por parte da prefeitura de Erechim de mais R$ 1,5 milhão.

Procurei uma pessoa da área, com experiência para ver o que pensa sobre essa questão. Jackson Arpini que já foi secretário de Saúde e atua há muito tempo na área e atualmente faz parte do Conselho de Saúde afirma que o problema do hospital é complexo e requer sempre, uma avaliação criteriosa e pormenorizada dos fatos (sempre observando o fator temporal). “Inquestionável a importância da instituição hospitalar para o contexto Saúde da Capital da Amizade, da região, e do RS, pelos seus indicadores e atendimentos realizados. Isso é fato. Porém não podemos perder de vista que a casa de saúde regional é um hospital orçamentado, que recebe recursos em bloco do Estado, que nem sempre chegam no momento devido e, inevitavelmente, os valores acabam se acumulando”.  

Por sua abrangência regional e estadual Arpini não vislumbra como avançar sem rever o atual contrato com o Estado “A instituição de atenção terciária realiza procedimentos acima do teto pactuado. Alguns serviços essenciais não estão contemplados no contrato (exemplo diárias de uti); e alguns valores e tetos orçamentados e contratualizados precisam ser revistos, com a máxima urgência. Só a congregação de esforços pode nos levar a um certo alento”, finaliza

 

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas