22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,52 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,52 Dólar R$ 4,04

Blog do Igor Dalla Rosa Muller

Rua Antônio Gauer, no Bairro Aeroporto, está em “estado lamentável”, diz leitor

“Nada é resolvido”

Por Igor Dalla Rosa Muller

Bairro Aeroporto: “Nada é resolvido”

O leitor procurou o Jornal Bom Dia para dizer que a Rua Antônio Gauer, no Bairro Aeroporto, está em “estado lamentável”. Segundo ele, o problema das péssimas condições da estrada persistem há anos. “Nada é resolvido. Já temos vários protocolos na prefeitura municipal de Erechim, mas nada é feito pela Secretaria de Obras”, diz. Ele espera que essa mensagem possa sensibilizar o poder público a resolver o problema.

E por falar em aeroporto

O Aeroporto Comandante Kraemer foi inaugurado em 30 de abril de 1948 e, nesse ano, completou 71 anos. Segundo informações do site da prefeitura, na década de 60, era o segundo aeroporto no Rio Grande do Sul em movimento de aviões, que transportava a população e visitantes do interior para a capital e o restante do País, sendo também usado para transportar produtos das indústrias locais. O Aeroporto Comandante Kraemer recebeu pousos de aeronaves de grande porte como Savag, Varig, Real, Cruzeiro do Sul e Sadia.

No meu entendimento, o Aeroporto Comandante Kraemer representa a expressão de um ciclo virtuoso e produtivo de Erechim e região. A sintonia de forças econômicas que conseguiram trabalhar juntas e efetivar um projeto arrojado.

O poder econômico da época soube pensar as necessidades e resolvê-las. Será que era mais fácil naquele tempo? Certamente que não! E, provavelmente, muitos foram os obstáculos superados para atingir o objetivo proposto.

Voltando um pouco mais, ao início do século passado, o que falar da ferrovia? Patrimônio abandonado, inutilizado, porém responsável pela origem e desenvolvimento do Alto Uruguai.

Será que cavar com picareta e pá os morros para implantar os trilhos nos anos de 1900 era mais leve que cavar com uma máquina hidráulica hoje? O que falta afinal? As picaretas e pás do passado eram mais eficientes para realizar os grandes projetos? As máquinas de hoje não dão conta da complexidade geológica das terras modernas?

Será necessário saquear os museus, que sequer existem, e nos apropriarmos de suas ferramentas “mágicas” responsáveis pelos grandes feitos do Alto Uruguai? É isso que está faltando?

Programa Parada Segura

A Câmara de Vereadores de Erechim aprovou por unanimidade, na última segunda-feira (13), durante a realização da 13ª sessão ordinária, o projeto de lei de autoria da vereadora Sandra Picoli (PCdoB) que institui o Programa Parada Segura, conforme informações da Câmara. O programa estabelece normas para o desembarque de mulheres no transporte coletivo urbano em período noturno, em áreas que representem real risco à integridade física.

Segundo a lei, os motoristas deverão atender à solicitação de desembarque das usuárias em qualquer local onde seja permitido estacionamento no trajeto regular da respectiva linha, mesmo que não haja ponto de parada regulamentado. Também foi aprovada a emenda ao projeto apresentada pelo vereador Ale Dal Zotto (PSB), que estende o benefício do programa a idosos e deficientes físicos.

A vereadora Sandra Picoli, o projeto de lei visa contribuir com a segurança pública em Erechim, reduzindo as possibilidades de assaltos e demais tipos de violência contra os referidos usuários do transporte coletivo.

Conforme ela, ao utilizar o transporte coletivo à noite, as mulheres ficam inseguras com a violência que podem encontrar ao descer do ônibus em locais com pouca iluminação ou distantes de suas residências. Após a aprovação no plenário da Casa Legislativa, o projeto de lei depende da sanção do Poder Executivo para entrar em vigor no município.

Alto Uruguai

O presidente da Amau, Juliano Zuanazzi, está preocupado com os estragos na região decorrentes do excesso de chuva no fim de semana. Foram muitas estradas danificadas, principalmente, no meio rural. E, agora, caberá a cada município fazer a recuperação dessas vias, que são muito importantes para escoar a produção agrícola e permitir o fluxo de pessoas. 

Recuperação das estradas

Não bastam as limitações de recursos dos municípios e tudo que é preciso fazer para tentar atender a população, agora terão ainda que lidar com os estragos feitos pela chuva no Alto Uruguai, que em alguns lugares deixou comunidades isoladas com a destruição de pontilhões e as próprias estradas.

Equoterapia

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, neste dia 13, a lei que regulamenta a prática da equoterapia no país. Segundo a lei, “o método de reabilitação que utiliza o cavalo em abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação voltada ao desenvolvimento biopsicossocial da pessoa com deficiência”. Se define o praticante de equoterapia a pessoa com deficiência que realiza atividades de equoterapia. “A prática da equoterapia é condicionada a parecer favorável em avaliação médica, psicológica e fisioterápica”.

Será importante observar algumas condições para a prática da equoterapia, tais como, “equipe multiprofissional, constituída por uma equipe de apoio composta por médico e médico veterinário e uma equipe mínima de atendimento composta por psicólogo, fisioterapeuta e um profissional de equitação, podendo, de acordo com o objetivo do programa, ser integrada por outros profissionais, como pedagogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e professores de educação física, que devem possuir curso específico de equoterapia”. Assim como, “programas individualizados, em conformidade com as necessidades e potencialidades do praticante”. Entre outras. A Lei entrará em vigor após decorridos 180 dias de sua publicação oficial.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Virgem
23/08 até 22/09
Até aqui você teve de fazer tudo com seu...

Ver todos os signos