22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,53 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,53 Dólar R$ 4,04

Blog do Igor Dalla Rosa Muller

Tudo é político e ideológico

Por Igor Dalla Rosa Muller

O recorte da realidade, de um quadro, uma fotografia, um filme, uma notícia de jornal, a opção por escolher esta ou aquela ação, tudo isso envolve política e ideologia. Ideias, costumes, cultura, valores morais e econômicos, e, principalmente, efeitos, algum tipo de interferência na realidade. Tudo é político e ideológico! Não existe isenção, neutralidade.        

Imagine alguém caminhando na calçada ao lado da praia, o mar esverdeado, areia branca, sol avermelhado, uma natureza espetacular. No meio do caminho encontra um homem, uma mulher e duas crianças pequenas, pedindo comida, visivelmente miseráveis, sujos e deitados no calçamento. Ao chegar em casa pega o telefone e envia um whatsapp para a família, diz que suas férias estão muito boas, pergunta como eles estão, não menciona as pessoas na rua em questão e segue sua vida normal. Essa “edição” da sua imagem e informação repassada a família carrega em si valores, ponto de vista, posicionamento político e ideológico. 

A caneta Bic do presidente Bolsonaro é outro exemplo perfeito disso, que tanto ele faz questão de exaltar. Ela carrega em si uma série de simbologias, imagens, as definições mais variadas. E uma delas é a simplicidade, ser uma caneta popular, de preço baixo, eficiente e durável. Que todo mundo tem, já teve ou vai ter. Mais identificada com a difícil rotina diária dos brasileiros.

Tudo é ideológico e político. A questão é saber qual será o posicionamento e as consequências ao seguir determinada ideologia e política. Não tem como fugir disso.

Qualquer política pública estará carregada de ideologia, impacto social, econômico e vai ser dirigida a um grupo específico, restrito ou amplo. Aqui já se depreende muitas formas de pensar.

Não há ação isenta. Isso jamais existiu. Toda ação exerce uma forma de domínio que tem em si o objetivo de firmar uma postura, percepção e um posicionamento ideológico.

O Brasil é um país extremamente desigual porque sucessivos governos praticam uma política “isenta”, que, no entanto, é a mais completa e requintada forma de exclusão econômica e social.           

O atual presidente Bolsonaro tem um grande desafio: vencer cinco séculos de neutralidade e isenção política.       

-----------------------

Alto Uruguai

Na avaliação de Ademir Sakrezenski, que deixa a presidência da Amau, a união dos prefeitos está ajudando enfrentar as dificuldades dos municípios na região. Tem muitos assuntos encaminhados, mas que não se resolvem em um ano. São projetos que os prefeitos lutaram juntos para os municípios e a região.

 

Transbrasiliana

Várias demandas precisam ser acompanhadas, por exemplo, a questão dos acessos asfálticos, assunto que precisa avançar, na sua visão. Para ele, um projeto que deu passos importantes foi a Transbrasiliana (BR 153 Trecho Erechim-Passo Fundo), já que agora deve sair o edital de licitação do projeto. Mas isso também tem que ser monitorado de perto para que aconteça, porque a obra está prevista para 2020.

Saúde

Outro avanço da região foi na saúde, com relação ao Hospital Santa Terezinha, diz Sakrezenski. A obra foi colocada no orçamento da União, mas agora precisar ser concretizada, e isso tem que ser feito esse ano. Por isso, “tem que continuar a luta de todos os colegas prefeitos”.

 

RGE

Sobre a reunião da Amau com a RGE, disse ser importante essa relação da empresa com os municípios, porque qualquer investimento maior envolve mais energia. Precisa de mais agilidade, diminuir custos, que impactam diretamente em novos empreendimentos. Tendo essa parceria e tendo a flexibilidade da empresa concessionária, os municípios podem avançar também nesse sentido.

A energia em Ponte Preta não está ruim, diz ele, a questão é que há investimentos grandes, principalmente aviários, com impacto enorme na economia do município. Algo nunca visto na sua história. “Estamos com 12 galpões sendo construídos, duas pocilgas, e isso demanda muita energia. A gente precisa de agilidade, são aviários financiados e o atraso pode ter impacto negativo. A cada dois aviários o proprietário está fazendo um financiamento de R$1,8 milhão”, diz.

Com esses investimentos o município já tem uma previsão de receita futura, e com isso está pensando em projetos maiores. Um deles, a ser executado esse ano, são as ligações asfálticas no interior do município.   

---------------

País

Pesquisa do Datafolha mostra que 64% dos entrevistados são contrários à privatização de empresas estatais. 59% discordam que é preciso ter menos leis trabalhistas. 69% discordam que é preciso facilitar o acesso às armas. 63% discordam que a política ambiental atrapalha o desenvolvimento do Brasil. 69% discordam que o Brasil deve dar preferência ao governo dos Estados Unidos em relação a outros países. Será ouvida a voz do cidadão?

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
Termine de arrumar tudo que vem sendo organizado e se...

Ver todos os signos