Publicidade

Esportes

Mandzukic classifica Croácia à final

Vitória por 2 a 1 coloca croatas na decisão do Mundial pela primeira vez
Por Glauco de Pierri/Estadão
Foto Dan Mullan/Getty Images/Fifa

Pela primeira vez em sua história, a Croácia vai decidir uma Copa do Mundo. Nesta quarta-feira, no estádio Luzhniki, em Moscou, a seleção começou mal, mas se ajeitou durante a partida e virou em cima da Inglaterra, vencendo por 2 a 1. Com três prorrogações nas três fases de mata-mata do Mundial da Rússia, os croatas chegam desgastados fisicamente para a finalíssima de domingo, contra a favorita França, no mesmo estádio. Mas é bom ninguém duvidar da força desse time. 

O jogo começou quente. Logo aos três minutos do primeiro tempo, Dele Alli recebeu ótimo passe de Lingard perto da meia-lua e sofreu a falta do craque Modric. Na cobrança, Trippier lembrou o craque inglês Wayne Roonie de tão bem que pegou bem na bola, que fez a curva por fora da barreira e entrou no canto esquerdo alto de Subasic – o goleiro da Croácia nem mesmo tentou pular na bola.

A seleção da Croácia parecia não ter forças para buscar uma reação. Modric e Rakitic, meio-campistas de grande categoria e titulares de Real Madrid e Barcelona, não conseguiam se entender. Distantes um do outro, pouco produziram na primeira etapa. Em uma dessas jogadas, a Inglaterra quase chegou ao segundo gol. Lingard achou Kane dentro da área. O atacante bateu rasteiro, mas Subasic fez grande defesa. No rebote, o próprio Kane, de dentro da pequena área, fez o mais difícil e chutou na trave. Contudo, o bandeirinha já havia assinalado impedimento na primeira jogada. 

Mas o resultado de tanto empenho croata deu resultado aos 24 minutos. Vrsaljko recebeu boa bola pela direita e cruzou dentro da pequena área para Perisic, que se antecipou a Walker e com o pé esquerdo todo esticado empatou o jogo, para explosão da torcida da Croácia no Luzhniki.

Na prorrogação, a primeira grande chance surgiu aos oito minutos e foi para a Inglaterra. Após cobrança de escanteio, Stones cabeceou firme, mas Vrsaljko apareceu em cima da linha para impedir o segundo gol inglês. No segundo tempo da prorrogação não teve jeito. Aos dois minutos, Pivaric tentou cruzar na área pela esquerda, mas a defesa da Inglaterra cortou. No rebote, Rakitic cabeceou de volta para a área e ai a defesa inglesa falhou feio, principalmente Walker e Stones – a bola sobrou limpa para o atacante Mandzukic tocar na saída de Pickford e virar a partida. 

Depois, até o final da partida, a Croácia tocou a bola. A Inglaterra não teve forças para empatar e levar o jogo para os pênaltis. Agora, domingo, a seleção croata encara a favorita França na decisão da Copa do Mundo da Rússia. Aos ingleses, resta o consolo de, assim como em 1990, brigar pelo terceiro lugar, sábado contra a Bélgica, em São Petersburgo.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas