Publicidade

Blog de Gleison Wojciekowski

Música

Gleison Wojciekowski

Gleison Juliano Wojciekowski é pianista, regente e professor. Atuou no curso de Música da Universidade de Passo Fundo; foi diretor e vice-diretor da escola Municipal de Belas Artes Osvaldo Engel; e é membro da Academia Erechinense de Letras.

Gleison é mestre em História para Universidade de Passo Fundo; mestrando em Musicologia pela Universidade de Santa Catarina; possui graduação em Música – Habilitação em Piano pela Universidade de Passo Fundo (2007); licenciatura em Música pela mesma universidade; e graduação em Informática pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (2002).

Já ministrou aulas de música em diversas instituições de ensino superior, como Unoesc (SC) e Famper (PR). Atuou como maestro da Orquestra de Câmara da Universidade de Passo Fundo e atua na Orquestra Belas Artes, além de tocar ao lado do acordeonista Oscar dos Reis, com quem gravou um DVD.

  • A música de Valdir e Zinho Kunrath

    Por Gleison Wojciekowski
    Foto Divulgação

                Valdir Paulo Kunrath é ex-integrante de bandas como Tema de Lara, Os Cometas, Os Montanari e atualmente Os Cinquentões. Adotou a cidade de Três Arroios – RS para formar sua família e viver. Teve o sonho de ser músico e não imaginado viver da música e não imaginado viver dela, queria apenas aprender a tocar, começou e quando percebeu estava lá entre tantos outros buscando a mesma coisa. O tempo passou e encontrou seu caminho na música. Como ele mesmo nos diz: “Viver da música vale à pena quando seus propósitos com ela é apenas ser feliz. Realmente deve ama-la, o músico que é um enviado do criador, é gente de alegria e das boas ações”.

                Valdir Paulo Kunrath nasceu em Gaurama – RS, no dia 7 de abril de 1947, único filho homem entre três irmãos de Pedro Aloísio Kunrath (natural de Montenegro) e Etelvina Kunrath; neto de Jacó Kunrath, imigrante vindo da Alemanha.

                Durante a infância costumava cantar as músicas que ouvia no rádio, mas aprendeu a tocar violão com Eugênio Piloto, e entre seus 10 e 12 anos de idade tinha um amigo gaiteiro, o qual o acompanhava ao violão nas serenatas.

                Valdir teve que se afastar da música durante o período que serviu no exército brasileiro, porém recebeu o convite a integrar o grupo Os Cometas em seu retorno.

                 De fato em 1968, Valdir Kunrath passou a integrar Os Cometas, inicialmente tocando violão, passando para a guitarra (inicialmente uma Giannini), e posteriormente, com a presença de Tonico Bergamin na guitarra, Valdir migrou para o baixo elétrico na primeira metade da década de 1970.

                Neste período gravou com Os Cometas diversos discos, o primeiro em 1976, chamado simplesmente de Os Cometas, Lembranças de Os Cometas (1981), Ecos Festivos (1987) e Vem Dançar (1988), Em Ritmo de Festa (1989), Os Cometas 35 Anos, Linda Demais – Vol. 11 e Pinto Safado – Vol- 12.

                Durante um período, Valdir foi para o grupo Os Montanari, com quem gravou dois discos Volume 14 (1978) e Noites de Kerbs (1979), retornando para Três Arroios por questões familiares, em seguida, onde tocou com o conjunto Tema de Lara, como contrabaixista, e posteriormente com Os Cometas novamente.

                Uma curiosidade deste retorno a Os Cometas, o contrabaixista do grupo Remi Satka foi ocupar o lugar de Valdir no grupo Os Montanari e ele o seu no grupo Os Cometas.

                Com o passar do tempo, devido às necessidades do conjunto, Valdir mudou de instrumento para o saxofone, e foi substituído no contrabaixo por Jorge Lanfredi.

                Valdir Kunrath permaneceu com Os Cometas até 2003, e seu último disco com o grupo foi Pinto Safado.

                Em 2016, Valdir gravou saxofone tenor no CD intitulado,Limpa Banco, com o grupo Os Cinquentões. Este disco tem a produção de seu filho Alencar Aloísio Kunrath (Zinho).

                Valdir Kunrath conheceu sua esposa Lourdes Maria Ortigara (professora de História, Geografia e Educação Moral e Cívica), natural de Viadutos, em 1970, e casaram se em seis de março de 1976. 

                Em 18 de novembro de 1979 nasceu à primeira filha do casal, Aline Zaira Kunrath, professora que seguiu os passos da mãe e atua em escolas de Três Arroios e Severiano de Almeida.

                Em três de março de 1986, nasceu Alencar Aloísio Kunrath, chamado carinhosamente de Zinho, que apesar de sua formação em Infotrônica, dedicou se a música. Tocou em grupos como Banda Imperial, Os Cometas, Estrela Dalva, Banda Sinfônica Erechinense.

                Zinho gravou diversos discos com a banda Os Cometas, como o disco Festa do Alemão (14º Álbum do grupo), Amiga Sua (15º), Era Uma Vez (16º), Hoje quem sofre é você (17º), que contem composições suas como Nosso Barril Secou, Festa do Alemão, Os Cometas 40 Anos, GutenFreudenn etc. Escreveu também diversas músicas gravadas pelo Musical Luvi. Em 2016 Zinho produziu e gravou com seu pai Valdir Paulo Kunrath, o CD Instrumental chamado Música e Vida.

                Com a Banda Imperial de Três Arroios, Zinho gravou teclados no disco Primavera de Amor (Vol. 2), lançado pela LC Produções e Gravações.

                Zinho montou seu próprio estúdio de gravações chamado Global Estúdio na cidade de Concórdia – SC, onde produziu e gravou diversos artistas, porém devido a um trágico acidente automobilístico sua vida foi ceifada prematuramente, vindo a falecer no dia 19 de fevereiro de 2018.

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Capricórnio
22/12 até 20/01
O dia representa envolvimento num projeto de trabalho com a...

Ver todos os signos

Publicidade