Publicidade

Blog de Gilberto Jasper

Geral

Gilberto Jasper

Gilberto Jasper é jornalista formado pela Unisinos e atua na área de consultoria e assessoria de comunicação.

Escreve no Jornal Bom Dia sobre assuntos gerais, geralmente sobre comportamento, política e família.

  • Jovens, o nome da esperança

    Por Gilberto Jasper
    Foto Divulgação

    No mundo de ostentação e consumismo vislumbro bons exemplos que reforçam minha esperança na humanidade. Falo de um contingente de jovens comprometidos com a solidariedade, com vida saudável e que, ao contrário da equivocada generalização, se importam com o próximo.

    Com dois filhos - de 23 e 24 anos - tenho o privilégio de conviver com amigos que ensejam uma dose de otimismo na rotina árdua de egoísmo. Um grupo de parceiros de minha filha Laura, a única gremista da família, resolveu fazer incrementar as idas à Arena tricolor, além de torcer e comemorar.

    Há algum tempo eles “adotaram” um grupo de crianças residentes no bairro Humaitá, no entorno do estádio. À sua maneira levam alegria e dignidade à gurizada sofrida que mora em casas modestas. Já promovera  festas de aniversário. Também compraram, além da camiseta tricolor, cadernos, roupas e alimentos. Também levaram os piás e gurias para assistir o jogo. A única contrapartida das crianças é frequentar a escola e tirar boas notas.

    Outros amigos de meus filhos desenvolvem atividades de voluntariado, imbuídos da solidariedade que o mundo tanto carece em tempos de ódio disseminado mundo afora. Outros, ainda, optam por uma vida saudável, a partir de pesquisa sobre os malefícios dos conservantes e aromatizantes usados em larga escala na fabricação de alimentos. E esclarecem sobre suas opções.

    Sei de grupos que visitam albergues e asilos de idosos relegados à própria sorte, que rezam por uma migalha de paciência, afeto e dignidade, além de remédios. São atitudes altruístas que orgulham a raça humana em oposição à postura egoísta, símbolo da modernidade.

    Há muito por mudar e melhorar para justificar o título que todos nós ostentamos de “seres humanos”. Mas é preciso dar a largada que, com a postura destes jovens, é promissora. A variadas iniciativas que valorizam a vida deve ser encarada como um alento. Indiferente à crítica dos céticos, esta nova geração – espezinhada pela pecha do individualismo – segue em busca de mudanças, através de um novo estilo de vida e - justiça seja feita – deixando a zona de conforto para encarar os desafios de questionar estruturas consolidadas.

    Pensar no coletivo em detrimento do pessoal é caminho para melhorar este mundo tão hostil da supremacia tecnológica. Começar é o grande desafio. Manter-se no caminho da solidariedade é uma lição diária.  E viver com mais tolerância um sacerdócio pela vida afora.  

Blog dos Colunistas

Publicidade

Horóscopo

Touro
21/04 até 20/05
Seu raciocínio e inteligência estão...

Ver todos os signos

Publicidade